Semana – 08 a 12.07.2019

Reforma da Previdência: ACMP segue na luta para evitar prejuízos à carreira ministerial

A ACMP tem acompanhado de perto a tramitação da PEC da Reforma da Previdência. O presidente, Aureliano Rebouças Júnior, esteve em Brasília realizando um trabalho de interlocução institucional buscando esclarecer os parlamentares sobre a ideia equivocada que é atribuída aos servidores públicos do desequilíbrio atuarial-financeiro do sistema de previdência, desprovido de qualquer estudo e cálculo abalizado que comprove tal ilação. A associação se prepara para acompanhar os trabalhos no Senado Federal, com ânimo redobrado, para lutar contra as tentativas de enfraquecimento da carreira.

 

Terça-feira (09)

ACMP tem novo escritório de advocacia

 

A ACMP conta com um novo escritório de advocacia para melhor atender a entidade e seus associados. Com uma estrutura diferenciada, o Alcimor, Silveira, Figueiredo, Sá Advogados tem elevado padrão de qualidade, seguindo os parâmetros exigidos no mercado atual, sempre priorizando um atendimento ágil e eficiente. Além do mais, a ACMP conquistou um novo benefício para os seus associados: uma vez por ano, o membro da entidade pode enviar uma demanda de caráter particular a ser patrocinada pelo novo parceiro. Vale registrar que além do incremento nos serviços a serem disponibilizados aos associados, houve redução dos valores pagos pela ACMP à assessoria jurídica.

 

Sexta-feira (12)

ACMP defende novos critérios para o exercício da função de coordenador de Centro de Apoio Operacional

 

Em audiência pública na PGJ, a ACMP debateu o anteprojeto de lei que visa alterar os requisitos para ocupar a função de coordenador de Centro de Apoio Operacional. A associação defendeu que seja considerado como único critério o vitaliciamento na carreira, nos moldes de outros MPs.